23 outubro 2008

Benfica sempre...


Em homenagem a todos os Benfiquistas, destacando, o meu amigo Silvério....

Sou do Benfica
E isso me envaidece
Tenho a genica
Que a qualquer engrandece
Sou de um clube lutador
Que na luta com fervor
Nunca encontrou rival
Neste nosso Portugal.

(Refrão)

Ser Benfiquista
É ter na alma a chama imensa
Que nos conquista
E leva à palma a luz intensa
Do sol que lá no céu
Risonho vem beijar
Com orgulho muito seu
As camisolas berrantes
Que nos campos a vibrar
São papoilas saltitantes.

11 comentários:

Tany disse...

gosto da parte das papoilas saltitantes :P

ehehehe

beijinhos

Anónimo disse...

Gomes.

Não estava nada à espera disto. Obrigado.

Ser benfiquista é um estado de alma como tu bem sabes.

Com o Benfica já chorei de alegria, já me encafuei no quarto de trombas e sem falar com ninguém, já vi vitórias estrondosas, já vi derrotas históricas e estou a lembrar-me dos 7-0 em Vigo, que me marcarão para toda a vida, pois foi a seguir a esse jogo que nos associámos no Sport Lisboa e Benfica.

É por tudo isto que dou graças a deus por ser benfiquista.

Logo à noite, se puder ser uns 15 a 0 que não sejam só 14.

Grande Abraço.

Carrega Benfica!!!!!!!

Silvério

P.S – Tânia, se gostas das papoilas saltitantes, ainda vais a tempo de mudar de emblema, para melhor podemos sempre mudar, eheheheheh. Bêjos.

Tany disse...

Ó Silvério :P eu mudei.. pra melhor :D não faço mais trocas ;) se bem que esta época tava com vontade de trocar pro Belenenses :D

beijinhos a ti e à Vera

Tongzhi disse...

Pfuuuuuuuuuu
BENFICA!!!

eh eh eh

Socrates daSilva disse...

Isto sim!
Só ler esta poesia já fiquei arrepiado! Isto faz chorar de emoção um homem.

Força Benfica, logo em Berlin!

(Ó pá, com posts assim, vou mesmo adicionar-te no Reader...)

Abraço!

Fernando disse...

Algumas notas para quem comentou:

Tany:
Faço minhas as palavras do Silvério, ainda estás a tempo de mudar.

Silvério:
Conto muitas vezes a história da nossa inscrição no Benfica. Foi no dia da 2.ª mão com o Celta de Vigo. Eu, tu, o Rui e o Gonçalo.
É nos momentos difíceis que se vê a fibra de um BENFIQUISTA.

Fernando disse...

Tongzhi:
Não há pessoas perfeitas. Mas ainda estás a tempo disso... eh, eh, eh...
Um "amigo" comum dirá, a cerca dos que gostam de futebol, "grandes labregos"...

Fernando disse...

Socrates daSilva:
Ainda bem que ficas arrepiado.
Brevemente vou colocar um post com fotografias. Só estou a ver quando consigo ir ao estádio ver um jogo.

Já agora sobre o comentário que deixei no teu blog. Obrigado pela menção ao Manuel Serrat. Qual é o álbum?

Socrates daSilva disse...

Fernando,
Do que consegui saber são os seguintes álbuns onde esta musica está incluída:

Primeiro, num LP editado em 1969 com o tema "Dedicado a Antonio Machado, poeta".
http://www.jmserrat.com/serrat/letras/machado.html

Depois em 1981 lançou um quadruplo disco "Álbum de Oro" com alguns de seus êxitos, onde também consta esta musica.
http://www.jmserrat.com/serrat/letras/oro.html

No ano de 1984, numa gravação ao vivo editada num LP com o nome "En directo", está incluída no alinhamento.
http://www.jmserrat.com/serrat/letras/directo.html

Ano de 1996, é lançado o album "El gusto es nuestro", onde alguns cantores espanhóis fazem duetos com Serrat com algumas de suas músicas. O tema "Cantares" é compartilhado com Miguel Rios.
http://www.jmserrat.com/serrat/letras/gusto.html

Em 2003, lança um CD onde canta com a Orquestra Sinfónica de Barcelona "Serrat Sinfónico". Está muito bonito esta adaptação.
http://www.jmserrat.com/serrat/letras/sinfonico.html

Desculpa a extensão, mas valia este maravilhoso poema vale a pena. E o Serrat canta-o como ninguem...

Abraço!

Catarina disse...

e viva o "Biquica", como diz a dona Isabel II, que vai ter direito a um equipamento do glorioso muito em breve!

Fernando disse...

Socrates daSilva:
Muito obrigado pela detalhada informação.
Vou pesquisar...
Abraços